7 dicas sobre como Impulsionar a minha marca

Dicas para impulsionar uma marca

“As melhores marcas nunca surgem com o intuito de construir uma grande marca. Concentram-se em criar um produto ou serviço rentável e de qualidade e uma empresa capaz de o suportar” – Scott Bedbury

   

Sendo a marca um dos ativos mais valiosos de uma organização, decidi escrever este artigo, como forma de refletir sobre os mecanismos que estão ao nosso alcance para que possamos impulsionar de forma eficaz uma marca.

No panorama geral, e que revela especial concordância entre os especialistas deste setor, a afirmação de uma marca passa essencialmente por estratégias direcionadas para os quatro clássicos “P’s” do Marketing: Produto, Posicionamento, Preço e Promoção. Para além destes 4 “P’s” podemos juntar um outro, Proselitismo que mais não é do que o processo de converter os outros às nossas crenças, doutrinas ou causas.  

A afirmação de uma marca requer a criação de algo contagiante, que desperto o interesse e o entusiasmo de milhares de pessoas, e que ao mesmo tempo permita que essas mesmas pessoas pretendam experimentar um novo produto/conceito, e consequentemente tenham vontade de partilhar com a sua rede de influência a experiência que tiveram com este novo produto.

Assim, o primeiro passo para a criação de uma grande marca é sem dúvida o desenvolvimento de um grande produto ou serviço.

   

Desperte o Interesse das Pessoas

A primeira dica será a de criar ou encontrar um produto ou serviço que sejam intrinsecamente contagiosos (não será uma tarefa fácil). Podemos enumerar alguns pontos a ter em consideração, para que consiga o produto ideal:

  1. Desenvolva um produto atrativo (bonito) que apeteça mesmo muito comprar;
  2. Desenvolva um produto eficaz, que realmente resolva um problema ou supra uma necessidade e que o faça da forma mais eficaz possível;
  3. Desenvolva um produto diferenciador e que se diferencie claramente de todos os outros. Afaste-se o mais possível da concorrência;
  4. Crie um produto que altere por completo a forma de pensar das pessoas (ex: Ipod da Apple);
  5. Crie um produto que consiga superar as espectativas;
  6. Ofereça um apoio ao cliente exemplar que torne possível que os seus clientes recomendem o produto aos seus familiares e amigos.
 

Reduza as Barreiras à Compra

Reduzir os entraves à compra é um ponto essencial, em que se deve focar, para que o seu produto ou serviço tenha maior probabilidade de permitir a construção de uma marca proeminente.

A barreira que surge com mais frequência no lançamento de um novo produto ou serviço é a complexidade. É assim importante que não seja necessário muito tempo para aprender a utilizar o produto ou serviço. Enumeramos algumas dicas para diminuir a complexidade do seu produto:

  1. Reduzir a curva de aprendizagem. Um cliente deve ser capaz de compreender as funcionalidades básicas de um produto mal olhe para ele, sem necessitar do manual de instruções. Imagine comprar um telemóvel e ter de recorrer ao manual de instruções para que o consiga ligar ou configurar os dados iniciais;
  2. Tenha um bom manual de instruções. Redija um bom manual de instruções e utilize-o como uma oportunidade de marketing. Quanto melhor e mais apelativo o manual mais pessoas poderão desfrutar do seu produto ou serviço. Não se esqueça de incluir imagens do produto;
  3. Teste o produto com as pessoas mais próximas. O verdadeiro teste a um novo produto ou serviço é analisar se as pessoas que lhe são mais próximas são capazes de o usar;

Não pratique um preço demasiado excessivo. Um preço razoável, que propicie a criação de uma marca reconhecida, pode vir a produzir um retorno mais elevado mais à frente.

 

Contrate Pessoas que Acreditem no seu Produto ou Serviço

Trabalhar com pessoas que acreditam no seu produto ou serviço tanto quanto você e querem levar a luta para a frente, por si e consigo, é um bom ponto de partida para impulsionar a sua marca. Se as pessoas que trabalham consigo gostarem e acreditarem no produto, certamente passaram esse entusiasmo para fora. Não desperdice este trunfo, se encontrar pessoas verdadeiramente entusiasmadas quanto você, contrate-as.

 

Construa uma Comunidade

Bons exemplos de comunidade construídas à volta de uma marca é a Apple e a Harley-Davidson. Estas comunidades oferecem serviço ao cliente, apoio técnico e encontros entre membros que fazem com que ter um produto ou utilizá-lo represente uma melhor experiência. Estas comunidades muitas vezes são construídas por impulso das próprias marcas, criando eventos e meios para que os atuais seguidores possam trocar ideias.

 

Humanize a sua Marca

Crie à volta da sua marca características humanas. Por exemplo, quando pensamos na Coca-Cola, pensamos na alegria de beber uma Coca-Cola. A marca tem construído a sua imagem à volta do prazer gerado pelo consumo do seu produto, nos mais diferentes contextos. Enumeramos algumas dicas para que consiga construir características humanas associadas à sua marca:

  1. Dirija-se aos mais jovens. Ao direcionar a comunicação da sua marca aos mais jovens força-o a ter uma marca mais entusiasmante;
  2. Tenha sentido de humor e goze consigo mesmo. Certamente esta não será uma tarefa fácil, mas não tenha medo de errar e de brincar com esses mesmos erros, afinal errar é humano;
  3. Apresente os seus clientes. Muitas marcas optam por incentivar os seus clientes a contar a sua história. Assim ao divulgar as histórias dos seus clientes as marcas estão a humanizar o produto e a demonstrar aos potenciais clientes as sensações que também poderão sentir ao adquirir o produto;
  4. Apoie causas sociais. Uma empresa que apoie uma grande causa, como por exemplo aos mais desfavorecidos, transmite humanismo.
 

Concentre-se na Divulgação

Uma marca bem implementada no mercado não se baseia apenas na publicidade. A publicidade é importante para manter ou expandir a marca, no entanto, são necessárias mais ações para que as mesmas se possam afirmar. Enumeramos alguns conceitos-chave para uma publicidade atrativa e com potencial para tornar a sua marca num sucesso:

  1. Crie burburinho e faça com as pessoas falem sobre a sua marca pelas melhores razões. Por exemplo, poderá organizar e promover eventos que possam despertar o interesse dos seus potenciais clientes;
  2. Ofereça os seus produtos a comunidades que necessitem deles. Se produz fraldas para bebés, porque não oferecer algumas a hospitais e envolver-se nas necessidades das mães com dificuldades económicas;
  3. Use novos métodos de divulgação que não sejam ainda utilizados em massa pelas restantes marcas. Para este ponto terá que usar a sua imaginação. Não vale oferecer o seu produto ou serviços a Influencers, e esperar que estes o divulguem pelos seus seguidores. Tem que ser mais original!
 

Diga o que faz

É importante que a sua empresa faça efetivamente o que diz fazer, ou seja, faça o oposto da maioria das empresas, que falam muito, mas não apresentam resultados.

Se a sua empresa tem um enorme significado para a comunidade e pretende cumprir com os seus objetivos, então passe a mensagem do que realmente a sua empresa faz. Não há melhor divulgação do que dizer a verdade e cumprir com essa mesma verdade.

 

Estas são algumas dicas que poderão potenciar a afirmação da sua marca. Gostaria de conhecer a sua opinião e saber que outras dicas aplica para gerir a sua marca. Se gostou deste artigo partilhe-o. Caso tenha comentários e sugestões envie para: paula.duarte@onethousand.pt