Importância do Reporting na Gestão de Empresas

Todas as empresas precisam de medir a sua performance através da análise contínua de indicadores, metas e objetivos.

 

É inegável a importância do reporting na gestão de empresas. Através da implementação de um sistema de reporting torna-se exequível observar a situação de uma determinada empresa e, em caso de necessidade, atuar no sentido de corrigir potenciais perdas de rentabilidade. Analisar os dados de uma empresa é assim uma questão fundamental para a gestão de uma organização. Dessa forma tornar-se-á possível analisar a empresa no seu todo.

Numa economia de forte competitividade, torna-se necessário uma permanente atenção dos gestores à forma como estão a decorrer as suas atividades e em que medida a estratégia de empresa está a ser realizada ou comprometida. 

 

Podemos dividir o processo de gestão de uma empresa em duas grandes categorias:

  • Planeamento – processo que conduz à escolha de orientações e atividades a desenvolver;
  • Controlo – processo que verifica se os resultados desejados estão a ser alcançados.

O reporting entra na fase de controlo, ou seja, difunde pelas partes responsáveis/interessadas informações que espelhem se os resultados da empresa estão a ser alcançados ou não. É também através de um sistema de reporting que conseguimos comunicar e encontrar quais as áreas/setores/atividades da empresa que melhor (ou pior) estão a contribuir para os resultados da empresa.

 

Um sistema de reporting trás consigo inúmeras vantagens na gestão de uma organização, de uma forma muito sintética podemos enumerar as seguinte: 

  1. Permite medir a performance das pessoas, departamentos ou organizações em múltiplas vertentes; selecionam indicadores diversificados, de natureza financeira e não financeira, estruturados com vista a conduzir ao conhecimento do desempenho e alcance dos objetivos; 
  2. Possibilita a orientação para a qualificação dos objetivos, meios e fatores críticos de sucessos quer internos quer externos;
  3. Um sistema de reporting permite obter informação de síntese, proporcionando a cada gestor, indicadores sintéticos fundamentais, mas com possibilidade de desagregação;
  4. Permitem a personalização, ou seja, a adequação dos indicadores às responsabilidades e poder de decisão efetivamente  exercido por cada responsável;
  5. Promove a comunicação e motivam o diálogo interno;
  6. Visa constituir as bases para a comparação com as metas previamente fixadas;
  7. Devem servir de base à avaliação dos desempenhos, constituindo a referência para a determinação de prémios e incentivos, se aplicável. 

 

Como vimos, são inúmeros os benefícios que uma empresa pode obter com a implementação de um modelo de reporting.  Apesar de ser fundamental adaptar o modelo de reporting à realidade de cada empresa, existem práticas comuns e necessárias para uma implementação bem-sucedida.

 

Relacionado: Dicas para Otimização de Custos nas Empresas »

 

Por onde Começar?

O processo deve começar com um diagnóstico à organização, uma análise aos fatores críticos do negócio e a sua comparação com o sector. É com este diagnóstico que são identificadas as forças e fraquezas da organização que servirão de base para definir um plano de ação e ao mesmo tempo selecionar os melhores e mais adequados indicadores de desempenho para a organização.

Depois do diagnóstico, o passo seguinte é a elaboração de um Plano de Ação, que será composto por várias pequenas ações individuais que no seu conjunto permitiram melhorias significativas para o alcance dos objetivos estratégicos nas empresas.

Por último, e para fechar o ciclo será necessário a definição de um modelo de reporting que irá possibilitar a identificação de métricas para cada uma das medidas operacionais, i.e.  indicadores de performance (KPI), com os quais será possível monitorizar, controlar e avaliar a evolução da empresa face aos objetivos definidos.

 

Se considera vantajoso para a sua organização a implentação de um modelo de reporting, ajustado à realidade do seu negócio, agende uma reunião gratuita connosco! Teremos todo o gosto em saber mais sobre o seu projeto. 

 

Contacte-nos

 

Leia Também:

Cinco questões essenciais para iniciar o processo de internacionalização »

Dicas para Otimização de Custos nas Empresas »

Como transformar uma ideia num negócio »